terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Qual banco que paga juros de 2,5% ao mês?

Como já falei aqui neste blog. Eu não sou de assistir TV aberta e atualmente não estou muito dando a mínima para televisão, mas nesses dias anteriores eu liguei no fantástico e acabei assistindo uma reportagem que achei bem interessante. Trata-se de uma notícia sobre investimentos onde um ex-banqueiro de uma cidade gaúcha abriu uma empresa financeira e oferecia juros de 2,5% ao mês para quem investisse o dinheiro na empresa. Assista aqui.


"Vou ficar rico": pensou a pessoa que fez o investimento

Como é de se esperar muita gente acabou investindo suas economias. Foram mais de 400 pessoas e o calote pode chegar a R$ 25 milhões. No início ele pagava os juros, mas chega uma hora que a casa cai. Então, ele sumiu da cidade e deixou as pessoas comendo mosca. 

O que chega a ser hilário é uma pessoa aplicar tudo que tem, pegar todo o dinheiro da família e colocar em única aplicação, como pode vê, são pessoas que não tem noção do que estão fazendo e acaba confiando nos outros. Há uma família que vendeu uma terra por R$ 900 mil e aplicou todo o dinheiro. Olham o tamanho dos olhos dessas pessoas. Como que uma pessoa pode vender uma terra para aplicar dinheiro em um "banco".  E se tivesse cansado de trabalhar na zona rural, pegava esse dinheiro e fazia uma aplicação em banco descente que oferece alguma garantia. Mas a ganância é demais e acaba colocando em empresa de "amigo". 

A conclusão que se pode tirar dessa reportagem é que esse tipo de golpe ou similares sempre acontecem e as pessoas sempre caem. Elas nunca param para pensar e analisar o que tem de errado nisso. Só pensam na quantidade que vai receber. Fazem de tudo para colocar muito dinheiro nesses "investimentos", vendem até a mãe se for possível.

Abraços,
Cowboy Investidor

sábado, 14 de janeiro de 2017

Pare de reclamar da vida

Você é daqueles que reclama da vida o dia todo? Fica falando que o país está em crise, uma merda, que tem um emprego ruim, que não tem nada, etc. Você tem essas qualidades? Se não, meus parabéns. Se sim, eu só digo uma coisa. Pare de reclamar. Ficar chorando, reclamando não vai te fazer uma pessoa melhor. Se seu emprego é ruim, procure outro, monte um negócio, se não tem emprego, procure um, torne-se um empreendedor. 

Eu já tive uma fase da minha vida que eu reclamava muito, depois eu parei para refletir e vi que isso só me afetava. Eu procurava mudar de vida, mas era um chorão. Eliminei a parte negativa da minha vida e fui procurar um emprego e estudar para me aperfeiçoar. Durante essa fase da minha vida tive várias decepções, ninguém me contratava para a área que eu tinha me formado, minha experiência era pouca, mas eu não desisti. Fui trabalhar em outra área e me aperfeiçoar mais ainda. Depois de um ano trabalhando fora da minha área de formação eu fui contratado para trabalhar como programador. Era um salário de fome, mas mesmo assim aceitei, pois queria pegar experiência. Esse trabalho foi um impulso para o meu crescimento. Estou sempre procurando crescer, pois sei que hoje é só uma etapa.

Vejo muitas pessoas reclamando que formou em determinado curso e não encontrou trabalho. Que não vai trabalhar de peão, de serviço braçal, essas coisas. Qual o problema em trabalhar fora da área? 
Você acha que só por que tem um curso superior é melhor que os outros que não tem? Somos dependentes um do outro, queira ou não. A seguir há uma lista de dicas para você parar de chorar, de ficar igual um bebê chorão da mamãe.

Você é um desses?

  1. Você tem curso superior e esta desempregado

  1. Trabalhe em outra área, procure um emprego de peão, faça bicos, entre outras coisas, não é que você tem curso superior e que não pode trabalhar em serviços braçais ou outro serviço qualquer. 
  2. Monte um negócio: montar um negócio é difícil, mas não é impossível. Pode ser vendedor de espetinho, de cachorro quente, churros, picolé, salgados, etc.
  3. Estude para concursos públicos: sei que muita gente não gosta de servidor público, mas essa é uma saída. Se tem as oportunidades qual o problema em aproveitá-las? Quando você virar servidor é só trabalhar direito, há muitas pessoas dedicadas no trabalho público.

    2. Você não tem curso superior e está desempregado 

  1. Faça um curso superior, técnico: Escolha um curso que tem muita oferta de empregos, não faça cursos da moda e nem cursos que remunera uma micharia, pois você tenderá a ser um chorão no futuro. 
  2. Faça o item 2 e 3 do titulo 1.

   3. Tem curso curso superior, técnico e está empregado

  1. Procure outro emprego: se o seu emprego está uma merda, mude. Procure outro e pare de ficar reclamando, ninguém da a mínima para você. Só você mesmo que pode mudar a sua vida.
  2. Faça o item 2 e 3 do título 1.
Procure sempre melhorar a sua vida, se você é uma pessoa negativa, pare e reflita, pois essas coisas só fazem piorar mais ainda. Se está no meio de pessoas que ficam reclamando o tempo todo, se afaste delas ou mude de assunto. Os nossos políticos são uns merdas, mas mesmo se eles não fossem eles não iria mudar a sua vida. Quem muda a nossa vida somos nós mesmo. Procure ser melhor a cada dia, esse negócio de que o nós nascemos com o destino traçado é coisa de fracassado, é você que faz o seu destino.

Abraços,
Cowboy Investidor

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Quando eu posso me aposentar?

Você já se perguntou quando você quer se aposentar.
Pretende seguir o que é imposto pelo governo? Aposentar aos 65 anos (no mínimo) ou aposentar por conta própria?
vejo que a maioria das pessoas que estão procurando a IF tem a pretensão de se aposentar sem depender de governo, é o meu caso e de muitos leitores e dos amigos da blogosfera. 

Pesquisando pela internet me deparei com um artigo que descreve que quanto mais cedo a pessoa se aposenta maior é tempo de vida dela. 

Tabela - Idade da aposentadoria x Idade média da morte.
Idade da aposentadoria x Idade média da morte

Idade da aposentadoria x Idade média da morte
Esse estudo foi feito baseado nos funcionários da Boeing. Não sei se isso segue a tendência mundial. 
Descreve se que quanto mais a pessoa trabalha ela fica mais estressada e tende a morrer mais rápido depois que se aposenta com a idade avançada. Não é que você vai se aposentar mais cedo e vai ficar ocioso, mas vai trabalhar mais por lazer, em tempo parcial e com isso os estresse é bem menor e idade média da morte tende a ser maior.

O que vocês acham?

Para quem quiser lê o artigo clique aqui

Abraços,
Cowboy Investidor

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Atualização do Patrimônio Financeiro - Dezembro de 2016: R$ 37.828,69

Olá Senhores, 

O fechamento de dezembro da minha carteira deu um aumento grande em comparação a de novembro devido ao aporte maior (uma parcela desse dinheiro é do carro que vendi) que você pode conferir neste post. Vou aportar esse dinheiro ao longo dos meses do ano.

Patrimônio liquido: R$ 37.828,69
AporteR$ 19.826,00

Carteira de dezembro

Metas para 2017

As minhas metas para 2017 são:
  • Continuar aportando alto, pretendo aportar pelo menos 70% dos meus ganhos do ano
  • Aprimorar mais o meu inglês
  • Continuar jogando bola e fazer algum exercício em casa
  • Diminuir o tempo perdido ou cancelar Apps de relacionamentos (tinder, etc)
  • Continuar lendo os meus livros
  • Aprimorar mais meus estudos de violão
Meus aportes vão ser bem maiores em janeiro e fevereiro devido a grana da venda do carro e de férias que irei tirar em fevereiro. 
Como falei antes numa postagem, meu ano de 2016 foi um ano muito conturbado, mas foi um ano que consegui me renovar e focar mais nos meus investimentos também.

Abraços,
Cowboy Investidor

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Por que vendi meu carro?

Tinha comentado aqui no blog e alguns comentários espalhados na blogosfera que estava vendendo o meu carro, finalmente consegui concretizar a venda. Não vendi por um preço que estava esperando, baixei muito, pois já tinha uns três meses que estava à venda e só recebia oferta de trocas por lote, outros carros e pouco dinheiro. Também publiquei um post que relata um negócio mal sucedido envolvendo a negociação do carro.

Período que fiquei com o carro


Eu comprei o carro seminovo e fiquei com ele durante dois anos. Durante esse período fiz umas viagens para a casa de meus pais que moram no interior e usava pouco aqui na minha cidade, pois vou ao trabalho de metrô. Não sou de ficar fazendo viagens e de ficar dando voltas por aí. O carro era usado para passear, por exemplo, ir a casa de colegas, sair com mulheres. Fiz uns cálculos e vi que não compensava ficar com um carro, pois não era usado e o preço só depreciava. Então resolvi vendê-lo. 

Gastos com o carro


Colocando os gastos no papel
O carro que comprei era pouco rodado e bem bom (completo, só não era automático). Logo de cara contratei um seguro e gastei por volta de 2k. Tive a infelicidade de um motorista bater na traseira dele depois de poucos meses da aquisição. O pior era que o carro que estava errado não tinha seguro e o motorista ficou chorando que não conseguiria arcar nem com os gastos do carro dele. E não conseguiria me pagar. Fui obrigado a arcar com os gastos do meu carro e acionei a franquia (cerca de 2k). 

Depois do acidente não  tive mais gastos com conserto. Gastei apenas com troca de óleo, revisão e os gastos como IPVA, licenciamento, seguro obrigatório.
Contratei um seguro mais barato 1,3k no segundo ano, nem queria fazer seguro, mas acabei contratando. 
Gastos com combustível fazendo uma média foram de 150 reais mensais ao longo dos dois anos.

Fazendo as contas por por alto. Durante o período que fiquei com esse carro, contando os gastos e a depreciação, foram quase 20k. Dinheiro que deveria está investido. É vivendo e aprendendo. Vou pegar o dinheiro da venda e investir no próximo ano. 

É isso aí pessoal, quem tem carro está sujeito aos imprevistos e aos gastos. Então, o jeito é eu me conformar com isso. Não tenho a intenção em adquirir outro veículo, talvez só quando atingir a IF. Agora é andar de Uber, táxi, coisa que já ando fazendo ultimamente. 

Abraços,
Cowboy Investidor