quinta-feira, 25 de maio de 2017

Como é a situação financeira de seus familiares?

Você poupa e investe. E seus familiares fazem o mesmo que você? Seus pais, seus irmãos, seu conjunge são controlados financeiramente? Vejo que tem muita gente aqui da blogosfera que são casados, mas poucos falam do seu conjunge, dos seus familiares. Para quem é casado (a), juntado (a) é importante que o seu companheiro (a) obtenha o mesmo caminho, ou seja, procurar ajudar a poupar e investir. Não há coisa pior que, um quer poupar e outro só quer gastar. Conheço casais que uma das pessoas é controlada, mas o outro só quer gastar e isso pode afetar o relacionamento para sempre caso o outro não pense no futuro.


A sua família poupa e investe? 


O que mais vejo são pessoas reclamando que não tem dinheiro, que não sobra nada, que a grana só serve para pagar dívidas, etc. É certo que muitas pessoas ganham um salário de fome, mas para quem tem saúde sempre é bom procurar crescer na vida. Porém isso poucas pessoas fazem, acabam acomodando com a sua vida medíocre e jogam a culpa no governo e nos seus antecedentes.

Para quem acompanha o meu blog sabe que eu vim de uma família muito pobre e que cada dia estou procurando crescer financeiramente e intelectualmente. Sobre finanças aprendi e estou aprendendo pela internet e livros. Meus pais não tiveram a sabedoria de me ensinar sobre isso, mas uma coisa que aprendi com eles foi viver conforme meu padrão e não gastar tudo que ganha. 

Em relação a situação financeira dos meus pais hoje é considerada boa. Eles não tem dinheiro liquido, mas tem bens. Tem gado, terras, lotes, casa. Tudo isso fruto do trabalho e do dinheiro que pouparam, e não precisa da ajuda dos filhos. Já meus irmãos que são muitos. Alguns já estão bem financeiramente e procuram sempre poupar e investir, outros são universitários, mas procuram poupar e investir o pouco que ganha.

O que tiro de bom disso é que todos procuram ser bem financeiramente e não ficar dependendo de irmãos, pais para poder se manter. Se seus familiares não tem o hábito de poupar, investir. Tente o ajudá-los através de conselhos, indicações de livros, etc. Pois ficar dando, emprestando dinheiro para pessoas que não procuram crescer, ter uma vida bem financeiramente não é saudável. Dê a isca para que eles pescam.

Você já desistiu de alguns?


Você já tentou ajudar, mas não seguiu seus conselhos, não deu a minima e continua com o pensamento de pobre?
Se isso aconteceu, o conselho que te dou é deixá-lo seguir dessa forma e você seguir a sua, mas não deixe que eles te afetem financeiramente. Isso não é ser egoísta. Quem não quer ser ajudado temos que deixar de lado. É aquele ditado: "Pau que nasce torto nunca se endireita". Eu pus um dilema na minha vida que é não perder tempo com aqueles que podem afetar a minha vida de alguma forma, tanto financeiramente quanto emocionalmente.

E aí. Como é a situação financeira de seus familiares?

Abraços,
Cowboy Investidor

32 comentários :

  1. Não tenho muito contato com tios, primos etc. Eles moram em outras cidades, portanto não converso quase nada sobre o tema finanças e investimentos.
    Minha familia toda é de origem simples, com pouco ou nenhum conhecimento financeiro, parte deles são os típicos brasileiros que são tão criticas na finasfera.
    Como a família é grande há também alguns que se deram bem.
    Mas vou falar a verdade, o assunto dinheiro que envolve todo um estilo de vida ainda é um tema polêmico de se tratar em família. Meus pais e meu irmão me conhecem bem e sabem das minhas idéias. Esses são meu núcleo familiar. Os demais, com todo o respeito que eles merecem, posso dizer que no dia a dia nem penso neles.
    Quando você faz uma crítica ou um comentário sobre finanças, automaticamente você pode estar criticando o estilo de vida de uma pessoa e isso geralmente é levado para o lado pessoal. Por esse e outros motivos o tema é evitado, para que ninguém ache que falar sobre isso é uma indireta ao comportamento, vida ou cagadas de alguém.
    O ideal mesmo é que pais desde que preparados e equilibrados formem seus filhos com responsabilidade e visão de finanças, economia, negócios,mcercado de trabalho etc, e quem não tem esse conhecimento deve incentivar os filhos desde jovens a aprender sobre tudo isso. O mesmo se aplica a irmãos/irmãs mais velhos(as).
    Com relação a casais, cada caso é um caso. Pra mim o caminho mais curto para o sucesso de um casamento é um casal que tenha pontos de vista e comportamentos parecidos.
    Quando os dois são muito diferentes, também com relação a dinheiro podem surgir conflitos, aí só com muito diálogo e paciêcia para contornar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo,
      Obrigado pelo comentário. Realmente muitos levam para o lado pessoal. Eu não ligo muito para parentes. A maioria não estão nem aí para finanças. Agora se um dia alguém da minha família quiser levar uma vida fora do seu padrão e precisar de mim eu não ajudarei financeiramente caso tiver condições.

      Abraços.

      Excluir
  2. Meus pais nunca pouparam.. Minha mae é funcionaria publica perto de aposentar e meu pai tem um comercio. Com essa crise, o comercio dele está bem endividado...tenho tentado ajudar de todas as formas, até deixo de aportar pra ajudar...Está complicado.. Meses sacrificando os gastos para poupar e nao posso deixar meu pai pra trás (ele que me bancou e ajudou ate formar).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VA,
      Complicado isso, mas pelo menos você está ajudando ele sair dessa. Talvez agora ele comece a poupar.

      Abraços.

      Excluir
  3. CI,

    Meus pais sempre tiveram uma vida financeira responsável, mas nunca fui orientado sobre poupar e tal.

    Até falaria mais sobre o assunto aqui, mas acho melhor não entrar em mais detalhes. Quem sabe em outra ocasião.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Magrão,
      Sempre é bom ter pais responsáveis. Vejo que muita família sobre por pais que são irresponsáveis financeiramente.

      Bom que seus pais são controlados. Os meus falaram pouco para mim. Falava só para não gastar com coisas fúteis. Mas eles não sabem nada de investimentos.

      Abraços.

      Excluir
  4. Minha mãe se aposentou e tira uns 2500 por mês, está bem, mas sustenta meu irmão que não trabalha. Meu pai é todo enrolado e não vai conseguir se aposentar, ainda bem pois não gosto dele.
    O resto da família está relativamente bem, apesar de não saber poupar e investir.
    Minha esposa é minha outra metade. Somos fortes financeiramente juntos.

    Conselho nessa área não adianta NADA. só dando exemplo e falando algo sem esperar muita mudança. A mudança principal é espontânea. Quem não sente necessidade não muda nunca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CF,
      Bom que sua família está bem e sua esposa tem o mesmo objetivo que o seu.

      Conselhos geralmente não são bem bem-vindo para pessoas que não querem mudar.

      Abraços.

      Excluir
  5. Na verdade, a situação em geral da minha família mais próxima, não é muito boa, alguns tem bens, más não tem liquidez, outros estão endividados. Na medida do possível tenho o hábito de ajudar, financeiramente ou mesmo com conselhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BF,
      Eu tenho uns parentes que devem muito, mas minha família não deve.

      Pelo menos sua família tem bens.

      Abraços.

      Excluir
  6. Fala, Cowboy!

    Meu pai tem grana, uma ótima aposentadoria e dinheiro investido (só em renda fixa, eu acho).

    Minha namorada (não é família, mas faz parte da rotina) tem uma situação financeira boa, tem aportes sólidos e uma grana investida também.

    Meu irmão eu não sei ao certo, nunca conversei com ele sobre isso, mas pretendo tentar descobrir em breve. Sei que ele tem emprego e paga as próprias contas.

    Minha mãe que é o problema. Ou está desempregada, ou está num emprego ruim. Jamais aposentará pelo INSS pois não tem tempo de serviço. Também não é a pessoa mais controlada do mundo com as finanças. Em termos financeiros, certamente ela vai pesar nas minhas costas no futuro (como já pesou no passado).

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá madruga,
      Ainda bem que é só sua mãe que tem problema. Depois que fica mais velha é bem complicado mudar. Não aceitam muito conselhos.

      Abraços.

      Excluir
    2. Madruga, mulher com60 anos e 15 anos de contribuição já aposenta. Às vezes assim ela consegue. Abç

      Excluir
  7. uma m... vc estar bem e a familia nao. Na hora h tem q ajudar os preguicosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. comentei pq estou nessa agora

      Excluir
    2. Olá anônimos,
      Esse negócio de ficar ajudando pessoas que não importam com nada é complicado. Se eu vê que a pessoa não importa com a vida dela eu não ajudo.

      Abraços,

      Excluir
  8. Ola Cawboy , sou "juntado" há mais de 6 anos , invisto há cerca de 7 anos . Quando "juntei os trapos " com minha companheira expliquei a ela meu plano de me tornar independente financeiramente e ela depois de mostrar uma planilha disse que queria ser independente também rsrsrsr. Abri uma conta na corretora pra ela e todo mês faço investimentos pra ela e pra mim em contas separadas ( ela está super satisfeita ), ambos trabalhamos temos um bom padrão de vida , agora temos um filho , sem dividas e nossos investimentos sem contar a nossa casa supera 500 k ( detalhe construimos nossa casa se não fosse assim nosso patrimonio consolidade já passaria de 1000k ) Tenho uma estratégia que é comprar uma carteira de ações complementares , por exemplo se compro 1000 acoes da empresa abcd3 para mim também compro 1000 para ela de tal forma que o limite de 20 k mensal passa para nós a 40 k ( CPFs diferentes ) . Creio que tive sorte pois temos uma meta comum . Ainda não temos carro , trabalhamos próximo do trabalho kkkkkkkkkk.

    No mais um abraço e Sucesso .

    Caipira Investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caipira Investidor,

      Bom que você encontrou uma pessoa que tem mesmo objetivos que o seu. Já morei perto do trabalho e isso é muito bom. Ir a pé e não depender de ninguém.
      Bons investimentos.

      Abraços.

      Excluir
  9. Olá Cowboy!

    Não tenho muito contato com familiares distantes, mas até onde sei nenhum passa grandes necessidades. No meu núcleo familiar, sempre admirei muito meus pais. Meu pai é empresário e aposentado desde o final da década de 90. Nunca teve medo de trabalhar duro pra ter as coisas que tem e dar boas condições à família. Se aposentou mas não parou no tempo. Continua trabalhando até hoje.

    Eu nunca passei necessidade e, apesar dos meus pais serem bastante céticos em relação a investimentos, sempre buscaram guardar dinheiro e gerar patrimônio. Inclusive pela educação que recebi desde criança, nunca assumi compromissos financeiros que não pudesse cumprir.

    Mesmo sem ter tido uma educação formal sobre finanças e investimentos, admiro meus pais pelo fato de sempre me incentivarem a buscar mais na vida. Os dois mal tem o ensino fundamental, mas sempre me passaram esse pensamento e é justamente por causa desse incentivo que eu descobri a blogosfera de finanças e venho aprendendo dia após dia.

    Então no geral, minha família tem as finanças equilibradas. Não são investidores, mas todo mês juntam um dinheiro na poupança.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IW,
      Parabéns para os seus pais. E bom que você aprendeu com eles. Aqui na blogosfera eu aprendi muito e estou aprendendo. É mundo que eu descobri e cada dia me ajuda mais.

      Abraços.

      Excluir
  10. Olá Cowboy

    A minha irmã sei que se parece comigo. Apesar de não falarmos sobre isso, vejo nas atitudes dela.

    Meu irmão estou instruindo ele (ele é o caçula). Mas confesso, que preciso dar mais atenção a ele sobre esse assunto.

    Meu pai sempre foi equilibrado. O porém, é que ele não é de guardar muita grana. Mas ele tem suas reservas.

    Já minha mãe... essa eu desisti rs Já tentei de varias formas ensina-la. Não adianta. Depois da separação dos meus pais, acredito que seja a válvula de escape dela...

    Com outros familiares, só um primo que conversamos sobre o assunto pq ele gosta.


    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá II,
      Nem sei se meus primos investi. Eu sei que um tem uma loja, mas os outros eu só vejo fazendo farras.

      Como falei lá encima. Tem gente que depois de uma certa idade não aceitam conselhos e continuam gastando muito. Não pensam muito no futuro.

      Eu converso sobre finanças com todos os meus irmãos. Eles se interessam bastante.

      Abraços.

      Excluir
  11. Opa!

    A vida financeira da minha família melhorou bem nas últimas décadas, tanto na família do meu pai quanto da minha mãe. Meu pai, quando criança, não tinha nem calçado, andava descalço. Já minha mãe teve que cuidar de 6 irmãos quando era criança já que era mais velha. Os dois nasceram na zona rural. Mas meu pai conseguiu estudar (fez curso técnico). Hoje não tem ninguem passando dificuldades na família mas 99% dos familiares seguem o modelo brasileiro: não possuem poupança e são assalariados, estão na corrida dos ratos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá UÓ,
      Bom que sua família está bem. Meus parentes também estão igual a maioria dos brasileiros. Não tem nada investido e nem faz por onde.

      Abraços.

      Excluir
    2. O grande problema é que somos vistos como "os pão duro" e ainda por cima sobra para nós quando estão em apuros.

      Abraço!

      Excluir
  12. E esse vai ssr meu futuro: sustentar minha família. A gente é pobre e no momento quase estamos passando fome. Mas é sustentar e não ajudar como deveria ser. E se eu me revoltar vou ser hostilizado por eles. Estudar não está servindo de nada para mim, eles me atrapalham,fazem piada e barulho desincentivam e ainda fala que trabalho braçal é melhor para eu poder "virar macho". Ainda não me deixam ir estudar em outro canto.
    Cada vez mais meus pensamentos suicidas ficam mais fortes.
    É bom acabar com isso tudo antes dos 18 anos para que eu não sofra mais ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, tem situações complicadas mesmo.
      Mas tenho certeza de uma coisa, tem família ou familiares que são uma ancora na vida de uma pessoa, sugam sua energia, seu dinheiro, detonam sua auto estima com piadas, comentários maldosos etc.
      Tenha em mente que sua vida é sua, não de seus parentes FDP's, se eles já se foderam não deixe que isso ocorra com você.
      Talvez no seu caso fosse necessário um certo afastamento desses parentes, ou dependendo do parente um corte de relações mesmo. Tem pessoa que já está preso a relações tóxicas a tanto tempo que nem se dá conta mais do tamanho do prejuízo que isso traz.
      Você não é obrigado a ajudar, conviver, agradar ou seja lá o que for essas pessoas, você deve se focar e se esforçar ao máximo para evoluir, estudando, trabalhando, aportando, mudando de casa, de cidade, enfim o que estiver ao seu alcance.
      Na medida que você for evoluindo e for percebendo que ausência dessas pessoas não trará prejuízos a você como você talvez acredite, você terá autonomia emocional para se desligar dessas pessoas.
      Aí sua vida ganhará um novo significado, acredite nisso.

      Excluir
    2. Anônimo 1,

      Se eu fosse você eu seguiria os conselhos do anônimo 2. Você não é obrigado a ajudar ninguém. Você não nasceu para servir de burro de carga para ninguém. Cada um tem que ir em busca de seu futuro e não ficar às ordens de ninguém. Se um dia você ver que alguém mereça sua ajuda então ajude.

      Abraços.

      Excluir
  13. Fala CI, minha familia é minha mãe, não tenho irmãos, minha mãe tem um monte de tios e primos, são todos parentes de terceiro grau ou mais, então eu não considero familia e nem tenho tanto contato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SP,
      Considero sendo família só pais e irmãos. Os outros são parentes. Até que tenho contato com parentes. Já tive mais, mas hoje estou mais distante.

      Abraços.

      Excluir
  14. Para não me aborrecer guardo uma regra comigo

    nunca tento ajudar em coisa alguma a parente algum senão vou me aborrecer e nunca peço ajuda gratuitamente por qualquer coisa de qualquer parente.

    E assim vivo feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VDD,
      Essa estratégia é muito boa.

      Abraços.

      Excluir