quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Por que vendi meu carro?

Tinha comentado aqui no blog e alguns comentários espalhados na blogosfera que estava vendendo o meu carro, finalmente consegui concretizar a venda. Não vendi por um preço que estava esperando, baixei muito, pois já tinha uns três meses que estava à venda e só recebia oferta de trocas por lote, outros carros e pouco dinheiro. Também publiquei um post que relata um negócio mal sucedido envolvendo a negociação do carro.

Período que fiquei com o carro


Eu comprei o carro seminovo e fiquei com ele durante dois anos. Durante esse período fiz umas viagens para a casa de meus pais que moram no interior e usava pouco aqui na minha cidade, pois vou ao trabalho de metrô. Não sou de ficar fazendo viagens e de ficar dando voltas por aí. O carro era usado para passear, por exemplo, ir a casa de colegas, sair com mulheres. Fiz uns cálculos e vi que não compensava ficar com um carro, pois não era usado e o preço só depreciava. Então resolvi vendê-lo. 

Gastos com o carro


Colocando os gastos no papel
O carro que comprei era pouco rodado e bem bom (completo, só não era automático). Logo de cara contratei um seguro e gastei por volta de 2k. Tive a infelicidade de um motorista bater na traseira dele depois de poucos meses da aquisição. O pior era que o carro que estava errado não tinha seguro e o motorista ficou chorando que não conseguiria arcar nem com os gastos do carro dele. E não conseguiria me pagar. Fui obrigado a arcar com os gastos do meu carro e acionei a franquia (cerca de 2k). 

Depois do acidente não  tive mais gastos com conserto. Gastei apenas com troca de óleo, revisão e os gastos como IPVA, licenciamento, seguro obrigatório.
Contratei um seguro mais barato 1,3k no segundo ano, nem queria fazer seguro, mas acabei contratando. 
Gastos com combustível fazendo uma média foram de 150 reais mensais ao longo dos dois anos.

Fazendo as contas por por alto. Durante o período que fiquei com esse carro, contando os gastos e a depreciação, foram quase 20k. Dinheiro que deveria está investido. É vivendo e aprendendo. Vou pegar o dinheiro da venda e investir no próximo ano. 

É isso aí pessoal, quem tem carro está sujeito aos imprevistos e aos gastos. Então, o jeito é eu me conformar com isso. Não tenho a intenção em adquirir outro veículo, talvez só quando atingir a IF. Agora é andar de Uber, táxi, coisa que já ando fazendo ultimamente. 

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Retrospectiva 2016

Como comecei com o blog este ano, essa é a primeira retrospectiva que faço escrita, as outras sempre foram pelos cálculos de cabeça. Vejo que escrever é bem melhor, pois poderemos dar uma olhada com ao passar dos anos, assim veremos onde foram as falhas e os acertos.
Retrospectiva 2016

Relacionamento


Este ano foi um ano atípico. Foi um ano que aconteceram muitas coisas na minha vida, um ano tumultuado. Eu já falei neste blog muito sobre mim, mas acredito que a maioria dos leitores não sabem que já fui casado, falei isso em uma pergunta neste neste post em um comentário. Eu fui casado por 1 ano, casei em 2015 e me divorciei em 2016 (maio). Pois é, eu não aguentei a vida de casado. Não houveram traições pelo meu lado e não suspeito pelo lado dela. Enfim, este não é o caso, o que foi é que não demos certo. Dei um basta no casório pois as minhas forças estavam todas sendo sugadas.

Antes pensava em formar uma família, então eu me casei, mas vi que hoje é difícil encontrar uma pessoa que tenha os mesmos objetivos, pensamentos parecidos, que te respeita, ou seja, que seja sua parceira. Eu não tive um casamento legal e aprendi muito com isso. E a minha conclusão é que não pretendo casar mais. Essa é a minha opinião, cada um sabe o que quer da vida.

Hoje meu patrimônio é bem pouco, gastei muito com esse casamento, ano de 2015 gastei muito, não aportei nada, gastei praticamente todo o meu dinheiro. Comprei tudo para a casa, muita coisa boa e deixei tudo lá. Sai apenas com meu violão e meu carro (adquirido antes do casamento). Essas coisas materiais nem me apego, o que eu estava procurando era minha felicidade e depois que saí desse casamento doentio a minha felicidade voltou.

Saúde


Fiz muitos exames este ano e estou bem, pelo menos é o que os exames indicam, mas tive uma gastrite nervosa e já me tratei, acredito que essa doença seja pelo meu relacionamento tumultuado. É o que acho. Minha barriga de chopp praticamente acabou. Jogo bolas duas vezes na semana e ando muito bem de saúde.

Aprendizado


Este foi ano que mais li, foram muitos livros, os quais superam todos anos anteriores. Aprendi muito, claro que já lia antes. Comecei acompanhar a blogosfera mais com frequência e cada dia aprendo mais ainda. Para aprender junto com o pessoal resolvi também criar o meu blog para passar o que eu sei e também aprender com meus leitores e o com pessoal dos blogs.

É isso pessoal, esse foi um resumo como foi minha vida em 2016. Se for para definir em uma frase eu diria: Foi um ano de aprendizado. 

No próximo post irei descrever quais são as minhas metas para 2017.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Pare de assistir TV

Recentemente eu cancelei minha TV a cabo, então lá em casa só tem TV aberta. Como falei numa postagem anterior, o cancelamento foi por causa que eu pagava caro e não assistia quase nada, devido ter outras coisas para fazer.

Eu já não gostava de TV aberta devido a programação lixo que tem, mas isso também tem nos canais fechados. Claro que você pode escolher os canais que você queira assistir, alguns canais da TV fechada tem programas interessantes, mas tem muita programação ruim. Já nos canais abertos a grande maioria são programas lixos, de entretenimento a jornais de notícias.

No meu meu ponto de vista, faça algo que vá contribuir para a sua vida. O que que uma novela, um jornal que só fala de assassinatos, programas de entretenimento que ganha audiência as curtas da desgraça alheia vão agregar a sua vida?
O que você ganha assistindo aos programas desses dois apresentadores?
Muitas pesquisas mostram que o brasileiro passa em média 4 a 6 horas em média por dia na frente da TV. Para mim isso é perda de tempo. Há várias coisas para fazer, como: ler um livro de seu interesse, aprender a tocar um instrumento musical, praticar esportes, etc. 

Não é que você vai deixar de assistir TV, eu não deixei também, eu assisto a filmes de meu interesse e as vezes algumas coisas interessantes no youtube e até nos canais abertos, mas quando há uma coisa muito interessante que é raridade. No meu ponto de vista, essas notícias ruins que nós lemos, programas lixos que assistimos, fazem nós ficarmos mais nervosos ainda com a situação do país e também não é bom para a nossa saúde. Claro que teremos que saber o que está acontecendo ao nosso redor, mas temos que filtrar as coisas. 

Quando eu cancelei a minha TV, pensei que iria demorar um bom tempo para me acostumar, pois gostava de alguns programas, engano meu. Não sinto falta de nada. Hoje tenho mais tempo para ler meus livros, aprimorar meu aprendizado no violão, nas finanças, etc.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Como os jovens da zona rural pensam e agem

Quem acompanha meu blog já sabe que nasci na zona rural e morei lá até concluir o ensino médio, logo em seguida fui para a cidade fazer faculdade. 

Nasci  numa família bem pobre, mas hoje pelo menos tem uma terra que dá para tirar coisas para o sustento. Meus irmãos já estão todos adultos, mas nem todos com as suas vidas feitas, todos estão em busca de uma vida melhor. Apesar de não morar lá, sempre apareço por lá para visitar meus pais, parentes e amigos. 

Uma coisa que percebo que a maioria que ficaram por lá estão fodidos em relação a parte financeira e até acabado pela parte física. Parecem ser mais velhos que eu, mesmo tendo a mesma idade ou menos. Vamos ao que interessa, que é a parte dos pensamentos desses jovens. Vejo que o que eles pensam e agem são parecidos com a maioria da população, mas vou falar deles, pois tenho mais propriedade para falar.

A maioria são caras que trabalham muito, não são preguiçosos, mas vejo que eles não tem muito um sonho focado em adquirir terras, gados, etc. Eles gastam seus ganhos com bebidas e carros. Muitos que não possuem terras saem para trabalhar em outras fazendas, para executar serviços, como: corte de cana, cuidar de gados, lavouras de feijão, etc. Ficam por lá meses ou anos e chegam com uma boa grana e a primeira coisa que fazem é gastar todo o dinheiro com bebidas e carros, não é que eu acho que eles não podem possuir veículos, mas eles não pensam que vão ficar velhos e fracos um dia. Posso contar no dedo os caras que compraram terras e estão vivendo uma vida tranquila e tem o seu lugar para trabalhar.

Sonho dos jovens da zona rural
Alem dos caras gastarem rios de dinheiro no carro e no som, eles precisam voltar a trabalhar fora de novo, pois o dinheiro acaba e não tem como pagar as contas.
Quando eu comprei um carro, eles me perguntaram se eu não iria colocar um "sonzão" e eu falei que não.

Uma coisa que também andei vendo foi alguns jovem fazendo carteira de empréstimos que os bancos: caixas, BB, Banco do Nordeste oferecem para quem quer iniciar um trabalho na terra, como: comprar gados ou plantar, mas os caras acabam comprando carros ou motos com esse dinheiro e quando chega a hora de pagar não pagam, pois não tem de onde tirar renda.

Eu sou de uma região que é pobre, mas em comparação do que era antes como nos anos 90 que é de lá para cá que lembro mais, está muito bem melhor. O que falta mesmo é trabalhar a cabeça das pessoas. Vejo que a maioria estão na matrix, poucos aproveitam o que o governo oferece e o que ganham pelo o seu suor. 

Eu não estou defendendo nenhum governo, hoje até que o governo não está muito ajudando, mas há uns anos o incentivo era muito grande. Poucos souberam aproveitar, e quem aproveitou está com uma vida muito boa, muitos caras que não tinha onde cair morte estão hoje com suas terras tirando o seu sustento. Para deixar claro, de onde eu sou não tem esse negócio de reforma agrária, as terras que o pessoal tem lá foram compradas por eles mesmo.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››