quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Por que vendi meu carro?

Tinha comentado aqui no blog e alguns comentários espalhados na blogosfera que estava vendendo o meu carro, finalmente consegui concretizar a venda. Não vendi por um preço que estava esperando, baixei muito, pois já tinha uns três meses que estava à venda e só recebia oferta de trocas por lote, outros carros e pouco dinheiro. Também publiquei um post que relata um negócio mal sucedido envolvendo a negociação do carro.

Período que fiquei com o carro


Eu comprei o carro seminovo e fiquei com ele durante dois anos. Durante esse período fiz umas viagens para a casa de meus pais que moram no interior e usava pouco aqui na minha cidade, pois vou ao trabalho de metrô. Não sou de ficar fazendo viagens e de ficar dando voltas por aí. O carro era usado para passear, por exemplo, ir a casa de colegas, sair com mulheres. Fiz uns cálculos e vi que não compensava ficar com um carro, pois não era usado e o preço só depreciava. Então resolvi vendê-lo. 

Gastos com o carro


Colocando os gastos no papel
O carro que comprei era pouco rodado e bem bom (completo, só não era automático). Logo de cara contratei um seguro e gastei por volta de 2k. Tive a infelicidade de um motorista bater na traseira dele depois de poucos meses da aquisição. O pior era que o carro que estava errado não tinha seguro e o motorista ficou chorando que não conseguiria arcar nem com os gastos do carro dele. E não conseguiria me pagar. Fui obrigado a arcar com os gastos do meu carro e acionei a franquia (cerca de 2k). 

Depois do acidente não  tive mais gastos com conserto. Gastei apenas com troca de óleo, revisão e os gastos como IPVA, licenciamento, seguro obrigatório.
Contratei um seguro mais barato 1,3k no segundo ano, nem queria fazer seguro, mas acabei contratando. 
Gastos com combustível fazendo uma média foram de 150 reais mensais ao longo dos dois anos.

Fazendo as contas por por alto. Durante o período que fiquei com esse carro, contando os gastos e a depreciação, foram quase 20k. Dinheiro que deveria está investido. É vivendo e aprendendo. Vou pegar o dinheiro da venda e investir no próximo ano. 

É isso aí pessoal, quem tem carro está sujeito aos imprevistos e aos gastos. Então, o jeito é eu me conformar com isso. Não tenho a intenção em adquirir outro veículo, talvez só quando atingir a IF. Agora é andar de Uber, táxi, coisa que já ando fazendo ultimamente. 

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Retrospectiva 2016

Como comecei com o blog este ano, essa é a primeira retrospectiva que faço escrita, as outras sempre foram pelos cálculos de cabeça. Vejo que escrever é bem melhor, pois poderemos dar uma olhada com ao passar dos anos, assim veremos onde foram as falhas e os acertos.
Retrospectiva 2016

Relacionamento


Este ano foi um ano atípico. Foi um ano que aconteceram muitas coisas na minha vida, um ano tumultuado. Eu já falei neste blog muito sobre mim, mas acredito que a maioria dos leitores não sabem que já fui casado, falei isso em uma pergunta neste neste post em um comentário. Eu fui casado por 1 ano, casei em 2015 e me divorciei em 2016 (maio). Pois é, eu não aguentei a vida de casado. Não houveram traições pelo meu lado e não suspeito pelo lado dela. Enfim, este não é o caso, o que foi é que não demos certo. Dei um basta no casório pois as minhas forças estavam todas sendo sugadas.

Antes pensava em formar uma família, então eu me casei, mas vi que hoje é difícil encontrar uma pessoa que tenha os mesmos objetivos, pensamentos parecidos, que te respeita, ou seja, que seja sua parceira. Eu não tive um casamento legal e aprendi muito com isso. E a minha conclusão é que não pretendo casar mais. Essa é a minha opinião, cada um sabe o que quer da vida.

Hoje meu patrimônio é bem pouco, gastei muito com esse casamento, ano de 2015 gastei muito, não aportei nada, gastei praticamente todo o meu dinheiro. Comprei tudo para a casa, muita coisa boa e deixei tudo lá. Sai apenas com meu violão e meu carro (adquirido antes do casamento). Essas coisas materiais nem me apego, o que eu estava procurando era minha felicidade e depois que saí desse casamento doentio a minha felicidade voltou.

Saúde


Fiz muitos exames este ano e estou bem, pelo menos é o que os exames indicam, mas tive uma gastrite nervosa e já me tratei, acredito que essa doença seja pelo meu relacionamento tumultuado. É o que acho. Minha barriga de chopp praticamente acabou. Jogo bolas duas vezes na semana e ando muito bem de saúde.

Aprendizado


Este foi ano que mais li, foram muitos livros, os quais superam todos anos anteriores. Aprendi muito, claro que já lia antes. Comecei acompanhar a blogosfera mais com frequência e cada dia aprendo mais ainda. Para aprender junto com o pessoal resolvi também criar o meu blog para passar o que eu sei e também aprender com meus leitores e o com pessoal dos blogs.

É isso pessoal, esse foi um resumo como foi minha vida em 2016. Se for para definir em uma frase eu diria: Foi um ano de aprendizado. 

No próximo post irei descrever quais são as minhas metas para 2017.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Pare de assistir TV

Recentemente eu cancelei minha TV a cabo, então lá em casa só tem TV aberta. Como falei numa postagem anterior, o cancelamento foi por causa que eu pagava caro e não assistia quase nada, devido ter outras coisas para fazer.

Eu já não gostava de TV aberta devido a programação lixo que tem, mas isso também tem nos canais fechados. Claro que você pode escolher os canais que você queira assistir, alguns canais da TV fechada tem programas interessantes, mas tem muita programação ruim. Já nos canais abertos a grande maioria são programas lixos, de entretenimento a jornais de notícias.

No meu meu ponto de vista, faça algo que vá contribuir para a sua vida. O que que uma novela, um jornal que só fala de assassinatos, programas de entretenimento que ganha audiência as curtas da desgraça alheia vão agregar a sua vida?
O que você ganha assistindo aos programas desses dois apresentadores?
Muitas pesquisas mostram que o brasileiro passa em média 4 a 6 horas em média por dia na frente da TV. Para mim isso é perda de tempo. Há várias coisas para fazer, como: ler um livro de seu interesse, aprender a tocar um instrumento musical, praticar esportes, etc. 

Não é que você vai deixar de assistir TV, eu não deixei também, eu assisto a filmes de meu interesse e as vezes algumas coisas interessantes no youtube e até nos canais abertos, mas quando há uma coisa muito interessante que é raridade. No meu ponto de vista, essas notícias ruins que nós lemos, programas lixos que assistimos, fazem nós ficarmos mais nervosos ainda com a situação do país e também não é bom para a nossa saúde. Claro que teremos que saber o que está acontecendo ao nosso redor, mas temos que filtrar as coisas. 

Quando eu cancelei a minha TV, pensei que iria demorar um bom tempo para me acostumar, pois gostava de alguns programas, engano meu. Não sinto falta de nada. Hoje tenho mais tempo para ler meus livros, aprimorar meu aprendizado no violão, nas finanças, etc.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Como os jovens da zona rural pensam e agem

Quem acompanha meu blog já sabe que nasci na zona rural e morei lá até concluir o ensino médio, logo em seguida fui para a cidade fazer faculdade. 

Nasci  numa família bem pobre, mas hoje pelo menos tem uma terra que dá para tirar coisas para o sustento. Meus irmãos já estão todos adultos, mas nem todos com as suas vidas feitas, todos estão em busca de uma vida melhor. Apesar de não morar lá, sempre apareço por lá para visitar meus pais, parentes e amigos. 

Uma coisa que percebo que a maioria que ficaram por lá estão fodidos em relação a parte financeira e até acabado pela parte física. Parecem ser mais velhos que eu, mesmo tendo a mesma idade ou menos. Vamos ao que interessa, que é a parte dos pensamentos desses jovens. Vejo que o que eles pensam e agem são parecidos com a maioria da população, mas vou falar deles, pois tenho mais propriedade para falar.

A maioria são caras que trabalham muito, não são preguiçosos, mas vejo que eles não tem muito um sonho focado em adquirir terras, gados, etc. Eles gastam seus ganhos com bebidas e carros. Muitos que não possuem terras saem para trabalhar em outras fazendas, para executar serviços, como: corte de cana, cuidar de gados, lavouras de feijão, etc. Ficam por lá meses ou anos e chegam com uma boa grana e a primeira coisa que fazem é gastar todo o dinheiro com bebidas e carros, não é que eu acho que eles não podem possuir veículos, mas eles não pensam que vão ficar velhos e fracos um dia. Posso contar no dedo os caras que compraram terras e estão vivendo uma vida tranquila e tem o seu lugar para trabalhar.

Sonho dos jovens da zona rural
Alem dos caras gastarem rios de dinheiro no carro e no som, eles precisam voltar a trabalhar fora de novo, pois o dinheiro acaba e não tem como pagar as contas.
Quando eu comprei um carro, eles me perguntaram se eu não iria colocar um "sonzão" e eu falei que não.

Uma coisa que também andei vendo foi alguns jovem fazendo carteira de empréstimos que os bancos: caixas, BB, Banco do Nordeste oferecem para quem quer iniciar um trabalho na terra, como: comprar gados ou plantar, mas os caras acabam comprando carros ou motos com esse dinheiro e quando chega a hora de pagar não pagam, pois não tem de onde tirar renda.

Eu sou de uma região que é pobre, mas em comparação do que era antes como nos anos 90 que é de lá para cá que lembro mais, está muito bem melhor. O que falta mesmo é trabalhar a cabeça das pessoas. Vejo que a maioria estão na matrix, poucos aproveitam o que o governo oferece e o que ganham pelo o seu suor. 

Eu não estou defendendo nenhum governo, hoje até que o governo não está muito ajudando, mas há uns anos o incentivo era muito grande. Poucos souberam aproveitar, e quem aproveitou está com uma vida muito boa, muitos caras que não tinha onde cair morte estão hoje com suas terras tirando o seu sustento. Para deixar claro, de onde eu sou não tem esse negócio de reforma agrária, as terras que o pessoal tem lá foram compradas por eles mesmo.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Atualização do Patrimônio Financeiro - Novembro de 2016: R$ 16.932,96 ou - R$ 1.919,60 (-8,73%)

O desempenho da minha carteira no mês de novembro foi de -8,73 % ou -R$ 1.919,60. O meu patrimônio no mês de novembro deu uma queda, ou seja, é renda variável. É um sobe e desce.
O meu aporte foi de R$ 3.952,00 em ações. 
Pretendo aportar R$ 5.000,00 em dezembro.

Patrimônio: R$ 16.932,96


Desempenho carteira de novembro

Abraços,
Cowboy Investidor

Leia Mais ››

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Você já parou para calcular quanto a sua renda já aumentou?

Não sei se a maioria ou todas as pessoas já param para fazer as contas de quanto a sua renda aumentou durante a sua vida. Fiz umas contas aqui não está totalmente correta, mas está muito próxima do valor real. Essas contas que fiz inclui dinheiro que ganhei quando comecei a trabalhar formal. Não está incluída quando eu trabalhei na roça, pois lá trabalhava só para ajudar minha família e praticamente nem renda tinha.

Abaixo irei descrever desde quando eu comecei a trabalhar formal até hoje.

Ano 2005

Nesse ano eu trabalhei apenas 3 meses, pois saí e fui fazer faculdade. Durante a faculdade eu não consegui trabalhar formal, apenas gastei o que tinha ganhado com meus trabalhos na roça, venda de gado. Apesar de ser um curso numa universidade pública, eu tinha que gastar com aluguel, comida, roupas entre outros. Foi uma época da minha vida mais frugal. Era só básico mesmo.
Renda do ano: R$ 720,00

Ano 2009

Foi o ano (meio do ano) que eu formei na faculdade. Então nesse ano trabalhei só uns dias, pois o trabalho não condizia com as minhas expectativas. 
Renda do ano: R$600,00

Ano 2010

Nesse ano trabalhei uns meses fora da minha área, pois eu não estava conseguindo emprego na minha área devido a falta de experiência (espero que seja isso, pois modesta parte eu já tinha feitos uns bons projetos e era um programador de sistemas bom). Então para não ficar sem trabalhar, eu trabalhei de "peão" (esse trabalho foi muito bom, apesar da renda baixa, mas era muito legal trabalhar com a galera)
Renda: R$3.135,00
Na outra empresa já foi na minha área. Trabalhei pouco tempo, mas o salário era baixo também, apenas para experiência.
Renda: R$ 4,470,00
Renda total do ano: R$ 7.605.00

Ano 2011

Nesse ano o meu salário já começou a aumentar. Tinha trabalhado só por pouco tempo na área e dessa vez os contratantes estavam aplicando testes de programação e eu ia bem, então ajudava mais. Trabalhei por 6 meses numa empresa pequena e recebi uma proposta de uma empresa grande e aceitei, então essa renda e das duas.
Renda total do ano: R$ 17.700,00

Ano 2012

Continuei na mesa empresa que falei que recebi a proposta do ano de 2011. O salário praticamente foi mesmo durante o ano.
Renda: R$ 33.660,00

Ano 2013

Fiquei 8 meses estudando para concursos para me aperfeiçoar mais, depois decidi voltar a trabalhar e estudar em casa quando chegava do serviço.
Renda: R$ 19.000,00

Ano 2014

Nesse ano eu trabalhei na empresa empresa anterior por uns 6 meses e depois fui aprovado em uns concursos públicos e assumi o que estou no momento.
Renda da empresa:  R$ 12.000,00 
Renda do cargo público: R$46.400,00
Renda Total: 58.400,00

Ano 2015

Nesse ano é o salário do cargo público que estou.
Renda: R$80.000,00

Ano 2016

Salários do cargo que público que exerço.
Renda: R$ 90.000,00
Minha renda liquida total foi de: R$307,685,00

Olhando assim parece que foi até uma grana razoável, mas eu gastei muito com estudos para concursos, saía pouco para divertir, comprei alguns móveis para o apartamento que morava, mas desfiz, pois mudei de cidade quando passei no concurso e acabei gastando uma grana que tinha juntado para alugar um imóvel e comprar outros móveis, pois os que tinha na outra cidade fiz uma doação.

Evolução da minha renda
Como vocês podem ver a minha renda começou a aumentar a partir de 2014. Hoje eu não tenho um bom dinheiro investido,  tenho um patrimônio muito pequeno. Na minha divulgação de patrimônio é só exibido o que tenho aplicado. Não conto carro em nem um lote que tenho, mas mesmo assim o valor desses dois citados não são altos.

De 2014 até hoje minha renda aumentou até bem, mas eu fiz uma besteira no ano passado e meus gastos foram muito altos (Talvez um dia eu contarei o que eu fiz). Hoje as coisas estão andando bem. Vou aportar o máximo possível.

É isso aí caros leitores. Vocês já pararam para calcular quanto a sua renda já aumentou ao longo dos anos?

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Natal está chegando, já comprou os presentes?

Todo ano quando acabam os dias das crianças as lojas já se preparam para o natal, os comercias já ficam voltados para a comemoração do natal. Amigo secreto entre os familiares, no trabalho, amigos e por aí vai. 
Lista de presentes
Muitas pessoas ficam endividadas porque tem que comprar presentes, pois se não comprar vão ser mal vistas. Conheço pessoas que torram todo o salário, o 13º todo em presentes para agradar aos outros. Quem disse que para agradar quem você ama ou gosta precisa dar presentes? Há várias formas de fazer uma pessoa feliz. 

O problema é que as pessoas são levadas pela mídia. É o efeito manada todos fazem o que outros estão fazendo. Não estou dizendo para você não comprar presentes, só quero que reflita, não vá comprar as coisas só por que todos estão fazendo e você tem que fazer também. Fuja da manada.

Não é só o natal, o ano todo tem comemorações que as pessoas são quase "impostas" a presentear alguém. Páscoa, dias das mães (essas merecem presentes a qualquer momento, não precisam só no dia delas), dia dos pais (igualmente o que falei para as mães), dia das crianças e o natal. 

Falo por mim, eu presenteio alguém quando estou com vontade ou que acho que essa pessoa merece um presente, não sou imposto pelas pessoas. Gente como nós que estão em busca da Independência Financeira (IF) não pode acompanhar a manada.

credito imagem: http://www.horadearrumar.com/

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Você honra sua palavra?

Esta postagem não vai ser sobre finanças, e sim de um caso acontecido comigo nesses últimos dias.
Eu tenho um carro que está à venda, tem anúncios na internet e estava numa loja para vendê-lo também, onde é vendido por o preço que eu aceito, assim eles ganham se vender acima do preço estabelecido e/ou com financiamento.

Recebi várias ofertas pelo veículo, uns oferecendo troca, outros dinheiro, até que um fez uma oferta que aceitei. Então marcamos para irmos à loja para ele dar uma olhada no carro. A pessoa interessada andou no carro, fez a avaliação necessária como toda pessoa tem que fazer na hora de a compra de um carro e "fechamos" o negócio. Como eu fiz a negociação em particular a loja não entrou no negócio e retirei o carro da loja.
Negócio fechado
Combinamos para eu colocar uma bateria nova, devido o carro ficar parado por um tempo na loja e eles não ter ligado o carro. Como era num sábado, ficamos de fazer a transferência do dinheiro para a minha conta e o registro do DUT na segunda-feira. No dia combinado o "cliente" fala comigo que pediu ao banco para transferir o dinheiro para conta, dinheiro que segundo ele estava em aplicações. Como terça-feira era era feriado, logo o dinheiro cairia só na quarta-feira, mas esse dinheiro não caiu, conforme o "cliente". Só que agora o cara nem responde minha conversas (do whatsapp),  só visualiza. 

Eu fico me perguntando cadê a honra da palavra? O cara me fez perder negócio, retirar o carro da loja e de não fechar negócio com outros. Ele deveria ter pelo menos me respondido e, falar que se arrependeu, mas nem satisfação deu. Hoje eu sei que a palavra não vale quase nada para algumas pessoas. Antigamente nem contrato fazia, todos honravam seus negócios apenas com a palavra, mas hoje nem com contrato registrado as pessoas honram.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Como reduzir seus gastos mensais

Uma forma de economizar é reduzir os gastos. O planejamento é essencial. Uma maneira eficiente é elaborar uma planilha dos seus gastos mensais e verificar o que está mais impactando no seu orçamento. Você pode cortar as coisas supérfluas e diminuir o custo de vida. Nem sempre gastar mais é sinal que sua vida está sendo bem aproveita. Seja mais eficiente na sua vida, mude seus pensamentos sobre o consumismo, pois cada centavo economizado pode virar muito dinheiro no futuro, caso seja bem investido.
A seguir segue uma lista de algumas maneiras para você reduzir o seus gastos.

Reduzir gastos

Poupar dinheiro com transporte

Os carros consomem muito dinheiro. A desvalorização é constante. Você gasta com combustível, manutenções, impostos, seguros, estacionamentos, ou seja, apesar de dar um “conforto” ele é um grande comedor do seu orçamento.
Existem várias alternativas para você reduzir os gastos como:
  • Usar transporte público: Caso você tem acesso a esse tipo de transporte, você pode usar para ir trabalhar ou ir a algum evento. Existem outros meios de transportes que você pode usar também como: Uber, Cabify, WillGo, Fleety, 99Taxis, Easy Taxi, T81 ou mesmo o táxi normal. Vai do seu gosto.
  • Vender o seu carro: Caso seu carro é raramente é usado, então o melhor negócio é vender. Assim você vai estar economizando e reduzindo as despesas. Pegue esse dinheiro e invista.
  • Compartilhar seu carro com outras pessoas: Caso você tem colegas que moram na sua região e trabalhe na mesma empresa, compartilhar a viagem é uma opção. Assim vocês podem dividir as despesas como o combustível.

Vender itens não utilizado

  • Aqueles móveis, eletrodomésticos que não são utilizados e que só estão ocupando espaço, seria uma boa vende-los. Você pode vender para lojas que compram produtos usados, anunciar no OLX, Skina, etc. Com esse dinheiro você pode pagar dívidas ou investi-lo.

Trocas as lâmpadas para LED

  • Atualize suas lâmpadas para LED, pois elas consomem menos energia comparadas com outros tipos de lâmpadas, além de não emitir muito calor.

Cancelar a sua TV a cabo ou reduzir para um pacote mais simples e outras mídias

  • Existem vários pacotes que tem vários canais e que as pessoas assistem pouco ou nem chegam a assistir. Então, você pode reduzir esse pacote ou cancelar de vez esse serviço.
  • Cancelar assinaturas de jornais e revistas: Muita gente tem assinaturas de jornais e revistas, mas simplesmente nem lê. Cancele esse serviço e leia materiais nas bibliotecas ou na internet.

Alimentação

  • Comprar alimentos com menos frequência: Se você vai ao supermercado com frequência, diminua e pense no que você vai precisar para os próximos dias e faça uma compra completa. Assim você vai economizar tempo, dinheiro e/ou combustível.
  • Use uma lista de compras: Uma boa parte das compras de supermercados são feitas por impulsos de acordo com vários estudos. Faça uma lista antes de sair de casa e compre apenas o que está nessa lista.
  • Reduzir ou parar de comer fora:  Comida fora geralmente é bem mais cara. Para quem não tem muito tempo, uma boa opção é cozinhar refeições em grandes quantidades e congelá-las. Assim você só vai esquentá-las.

Compre genéricos ou similares 

  • Remédios genéricos: Existem muitos remédios genéricos que são mais barato quase 70% do original.
  • Roupas, alimentos, eletrônicos: Sei que muita gente é fascinada por marcas, mas na maioria só está a marca por trás do produto sem ter uma boa qualidade. Existem muitos produtos similares e de boa qualidade que não são famosos pela marca, mas são de boa qualidade e mais baratos.
Esse post foi bem sucinto ao falar da redução dos gastos, mas se você utilizar pelo menos 50% das dicas que foram abordas você vai conseguir cortar muitos os seus gastos. Claro que precisa de muita boa vontade para isso.

Abraços
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sábado, 12 de novembro de 2016

Você tem um plano de investimento definido?

Antes de você começar a investir, é mais fácil, menos estressante se você decidir quais são os seus objetivos, para descobrir a melhor maneira de consegui-lo. Não basta falar que seu objetivo é ter ganhar muito dinheiro. Se você entra  no mercado sem ter um objetivo bem elaborado e um plano sobre como deseja chegar, você está procurando aflição.
Muitas pessoas acreditam em noticias ruins e acabam vendendo por exemplo, ações por haver quedas. Não mude a sua definição principal, não se apavore com quedas. Escolhas bons investimentos e siga o seu plano.

Plano para investimento

Você necessita de um plano

Devolva seu plano, escreva num caderno e permaneça fiel a ele. Caso descubra que seu plano tem algumas falhas, então faça uma correção. Os sucessos e fracassos não dependem só apenas da qualidade do seu plano, mas sim de refinamento constante e da execução.

Um bom plano o ajudará a se manter no curso, aumentando a sua chance de sucesso. Não acredite em analistas, pois eles usam a ganância e o medo para manipular o mercado. Com o plano bem escrito, você pode tirar as dúvidas quando tiver e está mais propenso a estudar materiais apropriados, sem tomar decisões sem pensar e por impulsos.

Exemplo de um plano a seguir.

Objetivo

Obter uma carteira balanceada com 10 empresas alocados 90% e 10 % em renda fixa.

Estratégia

Investir meu dinheiro nas melhores empresas que tem bons fundamentos e lucros constantes, e as melhores taxas e segurança na renda fixa.

Tática

Nessa primeira fase, ter a tática de investir no mercado de ações. Depois em renda fixa.
Prosseguir com os investimentos sempre procurando educar finaceiramente, para obter mais conhecimentos e manter a vigia no seu plano.

Desenvolver um plano

Para que você desenvolva o seu plano de investimento, é preciso que você saiba antes quem é você. Examinar a sua personalidade e determinar qual o tipo de investidor você é. Fazendo perguntas como:
  • Sou um investidor ou especular?
  • Qual a minha tolerância ao risco?
  • Vou estar ativamente envolvido com os meus investimentos?
  • Qual é mais importante para mim? O pontencial de altos retornos ou uma boa noite de sono?
  • Sou velho ou jovem?
  • Meus investimentos são para construir riquezas por agora ou para aposentadoria? Caso seja aposentado, a minha busca é por segurança ou para um complemento de renda?
Depois que você já tenha respondido as questões anteriores, você poderá definir seus objetivos e desenvolver uma estrategia para conseguir.

"O segredo para o sucesso financeiro está dentro de você. Se você se tornar um pensador crítico que não leva em consideração tudo que dizem sobre o mercado financeiro e se investir com confiança, poderá tirar vantagem até mesmo dos piores momentos de baixa do mercado. Ao desenvolver a disciplina e coragem, pode recusar-se a deixar que o humor de outras pessoas governe seu destino financeiro. Ao final, o comportamento de seus investimentos importa muito menos do que seu próprio comportamento"
Benjamin Graham

Este artigo foi baseado no livro: Como investir em metais preciosos de Michael Maloney.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Dicas para quem vai morar sozinho

Para aqueles que desejam morar sozinho que estão saindo da casa dos pais ou que estão saindo de republicas, etc. Abaixo deixarei algumas dicas que poderão facilitar a sua vida.

Aluguel

Se você for morar de aluguel e quer gastar pouco procure morar em imóveis pequenos, como: Kitnet e barração. Há muitos imóveis que estão mobiliados, esses são uma boa, pois você não vai precisar comprar móveis. Pesquise bastante, pois a diferença de preço varia muito. Falo por mim, já encontrei imóveis com diferença de preços de até R$300,00. Sempre peça um desconto na hora de alugar, muitas das vezes o proprietário aceita uma contra-proposta. 

Kitnet

Existem muitas kitnets de 1 quarto, cozinha, sala, banheiro e área de serviço ou aquelas que são estilo americano (essas sem divisória). Muitos desses imóveis estão em prédios que tem academias, lavanderia (nesse caso você não vai gastar com máquinas de lavar).

Kitnet mobiliada sem divisória

Barracão

Geralmente o aluguel dos barracões são mais baratos em comparação com as kitnets. Existem muitos bons, que tem entrada única, luz e água separadas. 

Depois que você já estiver com o imóvel alugado as dicas a seguir poderão te ajudar.
  • Compre apenas o necessário. Se o imóvel que você alugou não for mobiliado, compre o que você apenas vai precisar, como: uma cama (pode ser de casal ou de solteiro, depende do seu gosto), uma geladeira pequena, um fogão de duas ou de quatro bocas, panelas, vasilhas (para guardar mantimentos), pratos, talheres, uma TV (caso você assista), um rack, sofá, uma escrivaninha, microondas e algumas roupas de camas, ou algo que você acha necessário.
  • Não deixe roupas e louças sujas (essas de preferência lave depois de se alimentar). No caso das roupas, marque um dia de lavar, nunca deixe acumular muito.
  •   Se você não sabe cozinhar, aprenda, pois comer fora corrói o orçamento. 
  • Limpe a casa de uma a duas vezes por semana.
  • Caso você deseja contratar uma diarista (eu não contrato, pois faço de tudo), contrate de 15 em 15 dias.
  • Sempre mantenha remédios guardados (analgésicos, dor de barrigas, febre). 
  • Mantenha a dispensa cheia.
  • Cozinhe comida para semana toda, isso vai te poupar de chegar do trabalho cansado e ir fazer comida.
Morar sozinho é uma das experiências mais legais que existem, pelo menos eu gosto muito.
E você, mora sozinho? Quais são as dicas interessantes que você tem?

Abraços
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

Como sair da pobreza

Eu me considero classe média, mas eu vim da classe baixa. Nasci na zona rural numa família que tinha apenas o necessário para não passar fome. Meus pais não são estudados, apenas sabem ler e escrever, mas pouca coisa. Sou um dos filhos mais velhos de muitos. Como sendo um dos mais velhos sempre sobra para a gente a ajudar a cuidar dos mais novos.

Eu na carvoaria
Comecei a trabalhar bem novo, ajudar a capinar roça, mexer com gado, ou seja, trabalhar em qualquer serviço que existe na roça. Apesar de meus pais nunca ter estudado, sempre incentivaram meus irmãos e eu a estudar. Na infância e na adolescência eu não sabia o que queria, não tinha um caminho que queria seguir. Só por volta dos 16 anos que decidi que deveria fazer faculdade. Então, comecei a juntar dinheiro com trabalhos como: tirar leite, capinar roça e carvoaria. Aos 18 anos mudei para a cidade, fiz pré-vestibular e consegui passar numa faculdade pública aos 19 anos. Formei no tempo certo e depois mudei para a capital do meu estado natal para trabalhar na área de formação. 

Trabalhei em várias empresas, mas sempre com remuneração baixa. E o caminho que eu achei para aumentar foi prestar concursos públicos, sei que muitas pessoas não gostam, vão falar que sou sugador do governo, mas foi a saída que encontrei para vencer a pobreza e aumentar a minha renda. Para você aumentar a sua renda você deve sair de trabalhos que pagam salário mínimo ou pouco. Não importa o quão duro que você trabalhe, você nunca vai ganhar dinheiro suficiente. Qualquer emergência que aparecer as suas finanças vão por água abaixo. A única saída é aumentar a sua renda. 

Abaixo estão algumas estratégias para isso.
  • Educação: É uma maneira de ganhar novos conhecimentos através do estudo. Fazer cursos técnicos, ser um cabeleireiro, eletricista, prestar algum concurso público, um curso superior que tem empregos que pagam bem.
  • Tornar-se patrão: Montar um negócio próprio, com isso você tem uma grande chance de aumentar os seus rendimentos. Claro que tem a possibilidade de quebrar, mas se você não tentar nunca vai conseguir, e se quebrar, comece de novo.
Evite coisas que consomem o seu dinheiro:
  • Jogos de azar
  • Fast food
  • Ter filhos
  • Divórcio
  • Dívidas no cheque especial, cartão de crédito
  • Assistir muita TV, pois consome muita energia elétrica
  • Drogas, tabacos, álcool, etc.
  • Roupas caras
  • Carros (compre só se for muito necessário)
  • Gastar mais do que ganha
Sei que não é fácil sair da pobreza, mas temos que sempre tentar. Só não podemos é desistir.
Eu estou sempre tentando sair, se eu olhar para traz posso considerar que eu estou vencendo a pobreza. Se eu estou conseguindo você também pode. O que não podemos é ficar vivendo de salário em salário.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sábado, 5 de novembro de 2016

Como o consumismo afeta a sociedade

O consumo é economicamente manifestado na compra crônica de novos bens e serviços, com pouca atenção à sua verdadeira necessidade, durabilidade, origem do produto ou as consequências ambientais da fabricação e eliminação. Consumismo é impulsionado por enormes somas gastas em publicidades destinadas a criar tanto o desejo de seguir as tendências, e o sistema resultante auto-recompensa pessoal baseado na aquisição. O materialismo é um dos resultados finais do consumismo.

O consumismo interfere com o funcionamento da sociedade, substituindo o desejo comum do bom senso por um suprimento adequado das necessidades da vida, da vida comunitária, de uma família estável e de relacionamentos saudáveis com uma busca contínua e insaciável de coisas e do dinheiro para comprá-los com pouca consideração para a verdadeira utilidade do que é comprado.

Consumismo
A mídia muitas vezes afirma que a economia melhorará se as pessoas comprarem mais coisas, mais carros, ou seja, gastar mais dinheiro, mas são gastos em produtos de valor duvidoso e pouco retorno social. Além disso, o comprador é roubado pelo preço elevado de coisas novas, do custo do crédito para comprá-los, e as despesas menos óbvias, como no caso dos automóveis, aumento dos custos de registro, seguro, reparação e manutenção. Os recursos financeiros mais bem gastos são em capital social: como educação, nutrição, habitação, etc.

Quanto mais consumismo se espalha, mais fraco é o incentivo para fabricarem produtos duradouros e de qualidade, e maior a probabilidade de que os produtos de baixa qualidade sejam fabricados por empresas que sempre buscam o maior retorno.

Muitos consumidores ficam sem espaço em suas casas para armazenar as coisas que eles compram. Uma indústria em rápido crescimento no Brasil, em países em desenvolvimento ou desenvolvido é a de acumulo. Milhares de hectares de terras agrícolas são pavimentadas todos os anos para construir cidades de coisas órfãs e indesejadas, de modo a dar às pessoas mais espaço para abrigar as coisas novas que elas são persuadidas a comprar. Se esses produtos armazenados são tão essenciais em primeiro lugar, por que eles precisam ser armazenados? 

O consumismo agora também está voltado para principais eventos como casamentos, nascimentos e aniversários de crianças. Por exemplo, o vestido da noiva e acessórios assumem muito mais significado no dizer do que o estado de espírito da noiva. O exagero nas festas de aniversários e na quantidade de presentes para as crianças.

Você trabalha em um trabalho que odeia, para comprar coisas que não precisa, para impressionar as pessoas que você não gosta”.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Você já teve problemas quando decidiu cancelar a TV a cabo?

Você já cancelou ou tentou cancelar a TV a cabo alguma vez? Pois é, eu cancelei minha TV a cabo e fiquei só com a internet. Tinha um pacote que incluía TV, telefone fixo e internet. Por mim, nunca teria telefone fixo, pois nunca usei, mas quando a gente vai comprar algum plano, a operadora (NET) exige que compramos, pois faz parte do combo. 

No meu pacote tinha mais de 250 canais, mas assistia só uns 5 a 10 canais. Então, decidi reduzir para um pacote mais simples, mas o preço não é muito diferente (descontos só de uns R$20,00) e os canais que gosto ficaria quase todos de fora. Logo, decidi cancelar o pacote e ficar só com a internet.

O problema que eu fiquei quase uma hora para resolver isso, pois a atendente sempre ficava tentando empurrar descontos de um mês, dois ou tentando empurrar pacotes para celulares. Como você já sabe, faz a gente ficar esperando uns 10 minutos na linha feito um bobo. Falta de respeito total. Fala que o sistema está lento, etc.
Eu com raiva de tanto esperar
Já estava com raiva de tanta espera. Falei: eu quero só a internet, não me interessa mais a TV e nem telefone, mas mesmo assim a demora é grande para cancelar. Enfim, consegui. Depois que eu consegui cancelar tive uma grande surpresa. Recebi ligações o tempo todo da operadora, a maioria das ligações caiam. Foi preciso instalar um bloqueador de chamadas, pois estava insuportável, chegavam a ligar umas 20 vezes ao dia. Essas ligações param só depois que liguei para o operadora reclamando do ocorrido e que se não parassem de ligar iria processá-la. Por enquanto parou de ligar. Espero que não encha mais o meu saco. 

A TV a cabo não está fazendo falta, e vou economizar R$1500,00 por ano, que coisa boa!

E aí, você já teve dificuldades para cancelar algum serviço de alguma operadora?

Abraços, 
Cowboy Investidor.
Leia Mais ››

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Atualização do Patrimônio Financeiro - Outubro de 2016: R$ 14.600,17 ou + R$ 629,58 (+4,51%)

O desempenho da minha carteira no mês de outubro foi de 4,51% ou R$ 629,58.
O meu aporte foi de R$ 2.041,20 em ações. 
Vou aportar no mês de novembro R$ 4.000,00 em ações. 


Como comecei a usar a planilha do blog Além da Poupança, então iniciei o preenchimento a partir do mês de setembro, pois os valores que estavam na minha planilha de acompanhamento não estavam batendo.

Abraços,
Cowboy Investidor.
Leia Mais ››

terça-feira, 25 de outubro de 2016

10 motivos para você pensar em se aposentar o mais cedo possível

A seguir fiz uma lista de motivos para as pessoas pensarem em se aposentar o mais cedo possível. 

As pessoas no futuro.
  1. Você está ficando velho, cada dia que passa a morte fica mais perto. O quanto mais você adiar menos tempo você ficará aposentado.
  2.  Com o avanço da sua idade você se torna mais fraco fisicamente, muitas coisas que você tem vontade de fazer se tornará mais difícil de ser executada.
  3. Quanto mais cedo for a sua aposentadoria, mais tempo você terá para fazer as coisas e visitar os lugares pretendidos.
  4. Quando você se aposentar poderá fazer o que quiser, não o que as pessoas lhe disserem (exemplo, no trabalho).
  5. Ser aposentado é bem melhor do que trabalhar de segunda a sexta.
  6. Não espere ser aposentado aos 65 anos ou mais, ou seja, não dependa de governo para se aposentar.
  7. Não há garantias que você vai viver o tempo estipulado para a aposentadoria normal (aposentadoria imposta pelo INSS).
  8. A sua saúde não pode ser a mesma daqui a 10, 15 anos ou mais. Aproveite a sua saúde.
  9. Você se livrará dos ambientes de trabalhos estressantes.
  10. Quando você se aposentar você terá a oportunidade de fazer o que gosta sem visar um salário, apenas fazer por hobby.
Claro que existem vários motivos. Quais são os seus motivos para você pensar em se aposentar ainda jovem?

Abraços,
Cowboy Investidor.
Leia Mais ››